Leitura e conversa online com a autora Maddalena Fingerle sobre escrita e alemão no Tirol do Sul

Convidamos cordialmente todos os interessados ​​a participar do evento com a autora italiana Maddalena Fingerle de Bozen para falar sobre escrita criativa em seu romance Lingua Madre e alemão no Tirol do Sul.

Fingerle ganhou o renomado Prêmio Italo Calvino de Literatura com seu romance, que revela a ambiguidade e a hipocrisia que a linguagem pode esconder. A obra se passa no Tirol do Sul, região onde tanto o alemão quanto o italiano são línguas oficiais. Embora o protagonista Paolo cresça bilíngue, ele não percebe nenhuma dessas línguas como “materna”. Isso o leva a buscar uma língua “pura” e uma identidade própria entre culturas, línguas e lugares. A autora, que nasceu em Bozen, estudou na Universidade Alemã e Italiana de Munique.

Este evento é organizado pela Universidade de Milão e pela OeAD (Austrian Agency for Education and Internationalization). O evento acontecerá nesta segunda-feira, 2 de maio, às 9h30 (horário de Brasília), na plataforma Teams. Saiba mais sobre a autora aqui.

Conferência online sobre literatura queer na Áustria com Veit Schmidt

Quando a literatura é considerada queer? Que linhas temáticas podem ser encontradas na literatura gay e lésbica mais antiga? Estas são algumas das questões centrais que serão abordadas na conferência com Veit Schmidt. Juntamente com Jürgen Ostler, Schmidt dirige a livraria Löwenherz em Viena, especializada em literatura lésbica, gay, trans, inter, bissexual e queer. Esta livraria oferece a maior variedade de literatura não heteronormativa da Europa. A conferência apresentará exemplos de literatura ficcional queer da Áustria. Este evento será organizado pela Biblioteca Austríaca de Cluj, em colaboração com a livraria Löwenherz em Viena e o Fórum Cultural Austríaco em Bucareste.

Será na terça-feira, 3 de maio, às 14h (horário de Brasília) pelo Zoom.

Clique aqui para acessar a reunião:

hPps://bit.ly/362dA23
ID da reunião: 695 8291 3278
Código de identificação: 777894

Se você tiver dúvidas sobre o evento, entre em contato com o leitor da OeAD (Austrian Agency for Education and Internationalization) em Bucareste, Kerstin Katzlberger: kerstin.katzlberger@ubbcluj.ro

A importância da criatividade em nossas vidas: convite para um bate-papo online com Erwin Reisinger

De onde vem a criatividade e, mais do que tudo, por que é importante promovê-la?

A boa criatividade permite às pessoas uma autonomia individual especial ao usar livremente suas emoções e pensamentos. É importante referir que a linguagem é, segundo alguns psicólogos, a parte mais desenvolvida das nossas poucas capacidades inatas e dos nossos programas (biológicos), permitindo-nos ser mais criativos. As artes têm a ver com a veracidade e exigem autorreflexão. Por isso, a comunicação se torna uma parte central, afinal, arte é comunicar a veracidade para si mesmo e para os outros.

Os artistas idealmente ativam todos os três tipos de mentalidades e experiências emocionais que levam à satisfação: sensual-imaginário, emocional e intelectual. Quando todos os três estão sendo mobilizados, as pessoas ficam com a impressão mais forte. Pode-se interpretar que o que permanece significativo para as pessoas ao longo do tempo permanece o mesmo, o que muda não são suas necessidades básicas, mas a forma como essas necessidades são expressas. Por isso, algumas obras artísticas do passado ainda são consumidas hoje: diferentes formas expressam uma ideia, algo que continua sendo percebido como verdade ou valor na sociedade até hoje.

A expressão criativa permite que o público sinta que está expressando algo que não é fácil para eles comunicarem de alguma forma, seja devido a restrições sociais ou habilidades/recursos limitados. Portanto, a criatividade libera e permite novas perspectivas e o pensamento crítico, abre caminhos para novas interpretações, nos liberta, talvez, do medo de errar e isso abre novos espaços de aprendizagem com uma percepção mais ampla do conceito de identidade e cultura.

Convidamos você a refletir sobre criatividade na música e na linguagem em nosso bate-papo na próxima quarta-feira, dia 20 de abril, com Erwin Reisinger. Nesta entrevista, o músico e compositor Erwin Reisinger fala sobre composição, letras e criatividade. Baseado na música austríaca, em que a variedade da língua austríaca expressa sua diversidade colorida, mostra como a música versátil pode ser criada através de uma linguagem rica em variedade.

A música de Erwin Reisinger é descrita como “pé no chão, acústica e maravilhosa”, você pode sentir sua empatia honesta em cada música. Em suas canções, dialeto e melodia austríacos se fundem em uma convivência harmoniosa, seja melancólica, pensativa ou exuberantemente feliz.

As múltiplas viagens e experiências formativas que pôde realizar ao longo de sua vida não se refletem apenas em cada linha de seus textos, mas também o impeliram a escrever um livro. Seu novo álbum, “ondraseits”, foi lançado este ano.

Clique aqui para se inscrever.

Workshop sobre Grupo de Viena está disponível no YouTube

O Workshop sobre o Grupo de Viena, realizado por Rutchelle K.M. Salde como parte dos eventos do Foco Temático 2022: A língua alemã na Áustria, está disponível no YouTube do Centro Austríaco.

A palestra apresenta o Grupo de Viena, formado por escritores no período do pós-guerra. Com a ajuda de poesia experimental e poesia lírica, poemas em dialetos, jogos de linguagem, poemas visuais e outros, o grupo se tornou um marco do modernismo austríaco.

Evento online apresenta a obra de Ingeborg Bachmann para estudantes

O Fórum Austríaco em Praga convida para uma conversa sobre a poeta austríaca Ingeborg Bachmann com a pesquisadora Christa Gürtler, professora da Universidade de Salzburgo. O evento será realizado online no dia 23 de fevereiro de 2022 às 17h (GMT+1, 13h no horário de Brasília), em alemão, e será transmitido no YouTube e no Facebook.

Ingeborg Bachmann (1926–1973) foi uma poeta e escritora austríaca da geração pós-guerra. Doutora em filosofia, começou sua produção literária no Grupo 47, movimento poético fundado em 1947 para promover a busca por uma linguagem literária que descrevesse os traumas da guerra e o período de reconstrução. Você pode encontrar mais sobre a autora no livro Áustria: uma história literária: Literatura, cultura e sociedade desde 1650, cuja tradução foi um dos projetos do Centro Austríaco. 

Já Christa Gürtler nasceu em 1956, em Linz, e pesquisou e escreveu sobre a obra de Bachmann durante sua carreira acadêmica. Um de seus livros mais conhecidos é Schreiben Frau anders? Untersuchungen zu Ingerborg Bachmann und Barbara Frischmuth (As mulheres escrevem diferente? Investigações sobre Ingeborg Bachmann e Barbara Frischmuth). 

A língua alemã na Áustria: Falar, escrever e ensinar a diversidade linguística do alemão

Quem nos segue no Instagram ou frequenta o nosso site já sabe que o alemão falado na Áustria tem algumas diferenças em relação ao alemão falado em outros países e regiões. Mas não é só isso: mesmo dentro da Áustria (e, igualmente, na Alemanha e na Suíça), nem todo mundo fala e escreve do mesmo jeito. Podemos falar, portanto, de uma grande diversidade linguística do idioma alemão.

Como já anunciamos, queremos nos dedicar um pouco mais a esse assunto ao longo de 2022, aprender com especialistas da área e refletir sobre possíveis implicações dessa diversidade na comunicação do dia-a-dia, na literatura e também no ensino de alemão como língua estrangeira. Por isso, o Centro Austríaco vai promover uma série de eventos – palestras, oficinas, apresentações de filmes, conversas, entrevistas etc. – que se dirigem tanto a professores e professoras, como a estudantes de literatura ou linguística do alemão, assim como a qualquer pessoa interessada no tema. Vamos conversar (às vezes, em alemão, outras vezes, em português) com especialistas de universidades austríacas, alemãs e brasileiras, com escritores, artistas, músicos, professores e outras pessoas para aprender um pouco mais sobre as diversas variedades regionais, nacionais e dialetais do alemão.

Nosso primeiro convidado é prof. dr. Manfred Glauninger, renomado sociolinguista, professor e pesquisador da Universidade de Viena e da Academia Austríaca de Ciência, que ministrará a 

Palestra inaugural de 2022, ano dedicado à diversidade da língua alemã

Título: Die deutsche Sprache in Österreich (A língua alemã na Áustria) 

Descrição: A Áustria está localizada no meio de outros países de língua alemã, mas o alemão na Áustria tem características específicas devido a fatores históricos, políticos, econômicos e outros.

Partindo dessa situação, a palestra focalizará a atual diversidade formal e funcional da língua alemã na Áustria (desde os dialetos até a linguagem falada pelos jovens e o alemão padrão austríaco). Também será abordada a relação entre a “língua de Estado” alemã da Áustria e as línguas minoritárias não alemãs reconhecidas na Áustria, bem como a multiplicidade de línguas de migração que moldaram sobretudo a metrópole Viena durante séculos.

Data: 15 de março às 16:00 horas, via Zoom.

Essa palestra será ministrada em alemão. Clique aqui para se inscrever.

Outros eventos previstos para 2022:

Palestras e oficinas sobre os seguintes temas:
– Österreichisches Deutsch in der Musik & Songwriting
– Die Wiener Gruppe und ihre Sprache
– Plurizentrik der dt. Sprache und sprachliche Charakteristika des österr. Deutsch
– Die Wiener Moderne
– Kinderliteratur aus Österreich 
– Leopoldine von Habsburg und die naturalistas in Brasilien
– Das österreichische Deutsch in der Literatur
– Lehrmaterialien über Österreich
– Lehrmaterialien zum österreichischen Deutsch
– Elementares Musizieren mit Sprache
– Filme aus Österreich 

Os eventos acontecerão de modo presencial ou digital, dependendo de como teremos que enfrentar o Covid-19 ao longo do próximo ano. Mas, mesmo acontecendo de modo presencial, todos os encontros serão transmitidos ao vivo ou gravados e acessíveis no nosso canal do YouTube após a data do evento.

E, claro, todos os participantes têm direito a certificados emitidos pela UFPR.

As atividades do Centro Austríaco recebem apoio da Universidade Federal do Paraná, do Setor de Humanas da UFPR, do Departamento de Polonês, Alemão e Clássicas da UFPR, do Programa de Pós Graduação em Letras-UFPR, da Embaixada da Áustria em Brasília, do Consulado da Áustria em Curitiba, da Agência Brazil Way e patrocínio da Referência Rent a Car. 

Tema do ano 2022: A diversidade da língua alemã

Neste ano de 2021, o Centro Austríaco tem publicado semanalmente uma “Palavra austríaca” no Instagram, contando sua história, seu contexto e seu uso. Já pudemos apresentar assim alguns exemplos ilustrativos da diversidade linguística do alemão – que é, assim como o português e muitas outras línguas, aliás, uma língua pluricêntrica, ou seja, uma língua que tem mais que uma forma padrão.

No próximo ano, queremos nos dedicar um pouco mais a esse assunto, apresentando-o a partir de diversas perspectivas e pensando também sobre como abordar a diversidade do idioma em sala de aula, no ensino de alemão como língua estrangeira. Por isso, o Centro Austríaco vai promover uma série de eventos – palestras, oficinas, apresentações de filmes, conversas, entrevistas etc. – que se dirigem tanto a professores e professoras, como a estudantes de literatura ou linguística do alemão, assim como a qualquer pessoa interessada no tema. Vamos conversar com especialistas de universidades austríacas e alemãs, com escritores, artistas, músicos, professores e outras pessoas para aprender um pouco mais sobre os motivos e significados das diversas variedades regionais, nacionais e dialetais do alemão.

Nosso primeiro convidado já confirmou sua participação: Prof. Dr. Manfred Glauninger, da Universidade de Viena, vai ministrar a palestra introdutória, mostrando a importância e as diversas facetas do assunto (a diversidade linguística, a importância da variação e dos dialetos da língua alemã para a(s) identidade(s) dos falantes, a importância do assunto no âmbito do ensino etc.). No começo de 2022 vamos confirmar a data desse primeiro evento e a programação dos meses seguintes.

Ainda em 2022 vamos poder oferecer oficinas, “Dias austríacos” (Österreich-Tage), outras palestras e eventos – em cooperação com a Universidade de Viena, o OeAD (Agência de Intercâmbio Acadêmico da Áustria), a Embaixada da Áustria e outras instituições. Todos os participantes têm direito a certificado de participação.

Os eventos acontecerão de modo presencial ou digital, dependendo de como teremos que enfrentar o Covid-19 ao longo do próximo ano. Mas, mesmo acontecendo de modo presencial, todos os encontros serão transmitidos ao vivo ou gravados e acessíveis no nosso canal do YouTube após a data do evento.

Webinar gratuito: “Alemão na Áustria”

Muitos alunos enfrentam um momento de “choque” quando chegam aos países de língua alemã e colocam em prática o que aprenderam nas aulas de alemão. Mas por que isso acontece? Infelizmente, os materiais de ensino tendem a dar a ideia de que existe uma variedade padrão e monocêntrica que é a “norma” do alemão e que, portanto, os dialetos ou outras variedades da língua, quando são tematizados nos materiais, são simplesmente um “desvio” de um alemão “correto”.

A realidade é muito diferente, pois existem variedades padrão multicêntricas, como o alemão padrão austríaco. Como lidar com esse problema na sala de aula? Em um Workshop, Julia Ruth não só irá esclarecer conceitos linguísticos elementares com foco no alemão austríaco, mas irá também apresentar materiais e atividades para preparar os alunos no nível de aquisição de conhecimento lingüístico, fazendo com que adquiram habilidades culturais essenciais para participar na vida social na Austria.

A boa notícia é que o workshop, organizado pelo Programa Kus (Kultur und Sprache) da Agência de Educação e Internacionalização OeAD, é gratuito e tem vagas ilimitadas. O evento ocorre no dia 13 de dezembro, das 18h às 21h (GMT+1). Veja mais informações no site.

O Centro Austríaco também está preparando uma série de eventos, entrevistas, workshops, conferências e muito mais em torno do tema da diversidade linguística, com ênfase especial na língua alemã na Áustria, para 2022. O Professor Dr. Glauninger da Universidade da Áustria será o nosso primeiro convidado e falará sobre a diversidade linguística e sua importância. Nos próximos meses daremos mais detalhes sobre a programação.

Programação 2022: Palestra sobre linguagem e identidade com Dr. Glauninger

O Centro Austríaco já começa a preparar sua programação para 2022: e já está confirmada uma palestra com o professor Dr. Manfred Glauninger sobre o importante papel que a linguagem desempenha para a identidade na sociedade, com foco na Áustria. Qual é o papel dos dialetos? Como e por que uma linguagem se transforma com o tempo?

Manfred Glauninger. CC-BY 4.0, Sandra Lehecka.

Manfred Glauninger é sociolinguista do Centro de Humanidades Digitais da Academia Austríaca de Ciências e gerente de projetos no departamento “Variação e mudança no alemão na Áustria”. Ele também leciona na Universidade de Viena e dirige o projeto “Cartografia Dialética Austríaca 1924-1956”. Saiba mais sobre Dr. Manfred Glauninger aqui.

Em breve mais informações.