5 razões para estudar na Áustria

Áustria, um país pequeno com uma influência mundial grande: Seja na área da psicologia com Freud, da arte com Klimt ou da música com as sinfonias de Mozart, existem razões de sobra para mostrar porque a experiência de estudar na Áustria pode ser uma das melhores decisões em sua vida.

Aqui apresentamos cinco razões para estudar no país:

  1. Arquitetura, arte, música e literatura
Belvedere, em Viena

Do centro histórico de Salzburgo, declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, à incrível arquitetura clássica vienense, uma mistura incomparável entre o moderno e o antigo, com suas carruagens e seus palácios, a Áustria tem algo para todos. Clássico e moderno se unem em uma simbiose perfeita, natureza e tecnologia consolidam laços sustentáveis ​​sem perder a beleza. Esta é a Áustria.

2. Conheça a natureza

Hallstatt

Montanhas majestosas cercadas por lagos mágicos e florestas exuberantes, esta é a Áustria. Dê uma escapada no inverno para esquiar nos Alpes e no verão para nadar nos lagos pitorescos do país. Se você adora esportes ao ar livre, a Áustria irá surpreendê-lo com com sua beleza e majestade.

3. Viena: a cidade com a melhor qualidade de vida do mundo

Viena sem dúvida bateu um recorde, sendo por dez anos eleita a cidade com melhor qualidade de vida do mundo! Seja cultura, tempo livre, clima econômico, política ou segurança social, Viena é e continua a ser uma cidade com a qual muitos podem aprender.

4. Comida e bebida deliciosa

Você adora café? Então a Áustria é definitivamente o seu lugar! A cultura do café tem uma longa tradição no país, até os maiores pensadores deram rédea solta à sua inspiração nos cafés mais antigos da Áustria … Lá, junto com uma Sachertorte ou um Apfelstrudel, não pode faltar nada para ser feliz.

5. Áustria: o coração da Europa

Em uma viagem de trem saindo da Áustria, você pode saborear um delicioso gelatto na bela Itália ou uma cerveja na Oktoberfest de Munique. Graças às excelentes ligações de mobilidade entre os países vizinhos, em poucas horas poderá dar uma ideia dos 8 países que circundam o coração da Europa.

Quer saber mais? Descubra aqui bolsas e possibilidades de financiamento de estudos na Áustria.

“A República Kugelmugel”: a curiosa tentativa de um mini-mundo próprio

Existem várias histórias curiosas que merecem ser contadas. Esta é um delas: uma história daqueles sonhadores criativos que ousaram desafiar as fronteiras políticas geográficas e criar o seu próprio “mini mundo”. Apresentamos a República de Kugelmugel.

Como o próprio nome indica, se trata de uma casa em forma de esfera (Kugel) do artista Edwin Lipburger, construída em um campo público sem qualquer permissão. Como consequência dessa pendência judicial, uma vez que o estado da Baixa Áustria não aceitou a construção desta habitação esférica, Lipburger reagiu e auto proclamou o espaço como a sua própria república “Kugelmugel”, protestando com vários cartazes. Por conta disso, Lipburger foi processado e preso por várias semanas.

Esses eventos geraram discussões polêmicas sobre como o estado lida com a liberdade artística. Ironicamente, sua prisão aconteceu ao mesmo tempo que o reconhecimento do Estado Livre de “Artiopia” no Tirol/Áustria. O nome é um composto entre “arte” e “utopia” e se trata de um estado artístico como parte de um evento do fórum europeu Alpbach no Tirol. “Artiopia” existiu por oito dias.

A reflexão sobre este evento provavelmente levou à liberação do artista de Kugelmugel. “Eu fracassei por 10 anos e isso… eu sabia” Lipburger disse ao noticiário da ORF. “O fracasso também é sucesso. Só com sinais negativos … Se tivesse dado certo, a princípio me pareceria questionável. Este é um território novo e desconhecido, daí o fracasso“. Por fim, o parque público Prater, em Viena, ofereceu “asilo” à Kugelhaus, onde ela está até hoje. A esfera, que se encontra na “praça antifascista”, não tem mais de 100 metros quadrados e é uma atrações turísticas.

Quer saber mais sobre a Kugelhaus? Veja um vídeo no site da ORF.

“Artiopia” e “Kugelmugel” não são as únicas tentativas criativas de um mini-mundo artístico e independente. Vale também mencionar a “República da Ilha das Rosas”, em Rimini, Itália, na qual um engenheiro italiano construiu sua própria mini-ilha e declarou sua independência. O projeto foi tão longe que chegou a criar passaportes, dinheiro e adotou o esperanto como língua oficial – o que deu início a um grande debate político a nível internacional. Infelizmente, o projeto foi dinamitado pelo exército italiano. A história é tão interessante que virou até filme: “A incrível história da Ilha das Rosas”.

Você conhece mais histórias desse tipo? Deixe nos comentários!

Pandaemonium Germanicum publica dossiê sobre a Áustria

A revista Pandaemonium Germanicum lançou o dossiê “A Áustria e sua literatura no Brasil e no mundo“, com 16 artigos sobre autores e autoras austríacas: incluindo um artigo de Helmut Gollner, autor do livro Áustria: uma história literária, sobre a temática do ódio na literatura austríaca contemporânea e um artigo de Ruth Bohunovsky, coordenadora do Centro Austríaco, sobre Johann Nestroy.

O dossiê contempla também artigos sobre a monarquia Austro-húngara e seus escritores judeus (Luis Sérgio Krausz); o exílio de Leopold von Adrian, Paul Frischauer e Otto Maria Carpeaux (Ursula Prutsch); o conceito de Mitteleuropa no pensamento de Hugo von Hofmannsthal, Leopold von Andrian e Otto Maria Karpfen (Helmut Galle); a literatura do Entre-Guerras de Hofmannsthal, Musil e Zweig (Norbert Christian Wolf); os imaginários europeus sobre o Brasil na obra da viajante Ida Pfeiffer (Gisele Eberspächer); o observador fotográfico em Contemplação, de Kafka (Juliana Lugão); a memória na obra de Paul Celan e Didi-Huberman (Luiz Carlos Abdala Junior); a relação entre estética e história em Ingeborg Bachmann e Thomas Bernhard (Alexandre Flory); a presença da poesia de Hölderlin no romance Desejo, de Elfriede Jelinek (Uta Degner); reflexões sobre o poema Réquiem a uma amiga, de R.M. Rilke (Kathrin Rosenfield), a herança judaica de Sigmund Freud (Érica Schlude Wels); as pausas, interrupções e silêncios nas obras teatrais de Josef Hader (Rainer Guggenberger); e a presença de aspectos cultuais austríacos no livro didático DaF Kompakt neu (Jean Paul Voerkel e Carla Jeucken).

A revista Pandaemonium Germanicum é publicada desde 1997 pela Área de Alemão do Departamento de Letras Modernas da  FFLCH/USP e pelo Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Alemã.

Centro Austríaco se prepara para lançamento de sua sala

A equipe do Centro Austríaco finalizou essa semana a montagem de sua sala em Curitiba – que será inaugurada quando a Universidade Federal do Paraná retomar as atividades presenciais. O espaço conta com um ambiente para aulas e reuniões, além de uma biblioteca de autores austríacos em alemão e em português.

A iniciativa conta com o apoio da Embaixada da Áustria, da Universidade Federal do Paraná, do Consulado da Áustria em Curitiba, da agência de viagens Brazil Way e o patrocínio da locadora de veículos Referência Rent a Car. A sala fica no quinto andar do prédio Dom Pedro I, na reitoria da Universidade Federal do Paraná (Rua General Carneiro, 460).

Além disso, o Centro Austríaco prepara as atividades para o fim de 2021, que contam com: a conclusão do curso “Não quero teatro!”, o lançamento da tradução dos Microdramas de Wolfgang Bauer, uma oficina de tradução com Kristina Michahelles, o lançamento de materiais didáticos – além, claro, da inauguração do espaço físico.

Notícias fáceis de entender em alemão

Você quer adquirir o hábito de ler e escutar textos em alemão e, ao mesmo tempo, manter-se atualizado com as notícias de países de língua alemã? Aqui estão iniciativas austríacas que apresentam notícias em linguagem simples. Se você é um professor de alemão, pode aproveitar este material gratuito para usar com seus alunos para trabalhar, por exemplo, em estratégias de leitura (clique aqui para saber mais sobre estratégias de leitura). 

1. Recomendamos fortemente o projeto da APA Nachrichten leicht verständlich. A grande vantagem deste site: notícias diárias com uma ou mais versões simplificadas e ordenadas de acordo com o nível alemão correspondente (A1-C2). As palavras difíceis são simplificadas e/ou explicadas separadamente.

2. Dois dos jornais mais populares da Áustria, Kurier e Wiener Zeitung, agora também oferecem notícias fáceis de entender sobre uma grande variedade de tópicos: Kurier Einfache Sprache e Wiener Zeitung Leichte Sprache.

3. Se você estiver principalmente interessado em política, o site RECHTleicht.at tem como objetivo torná-lo compreensível e acessível a todos. Além disso, eles oferecem as últimas notícias neste link

4. Se você preferir ouvir as notícias em vez de lê-las, recomendamos o Podcast Radio Wien einfache Nachrichten. Todo domingo você pode ouvir as notícias mais importantes em linguagem clara e fácil de entender. Os áudios duram cerca de 5 minutos.

Não queremos deixar o site einfachinformiert.at passar – o projeto ganhou vários prêmios por conta de sua ideia inovadora. Infelizmente, está inativo no momento. Esperamos que voltem a ativa em breve!

Casa Stefan Zweig e Centro Austríaco convidam: palestra e debate sobre Friderike Zweig

A Casa Stefan Zweig, em parceria com o Centro Austríaco, convidam para a palestra e o debate sobre Friderike Zweig. O evento tem coordenação de Kristina Michahelles, organização do Grupo de Estudos Stefan Zweig e conta com a participação de Ruth Bohunovsky, coordenadora do Centro Austríaco.

Friderike Zweig foi a primeira esposa do escritor austríaco Stefan Zweig e, apesar de ter uma obra de grande extensão, ficou esquecida por muitos anos. Porém vários projetos recentes recuperam sua obra e mostram sua importância para a cultura austríaca. Clique aqui para saber mais sobre a autora.

O evento acontece na quarta-feira, 21 de julho, às 16h. Inscrições pelo e-mail cszweigdigital@gmail.com

USP abre concurso para professor temporário na área de Alemão

No dia 13 de julho deverá ser publicado o edital referente ao processo seletivo para a contratação de um ou uma professora temporária para a Área de Língua e Literatura Alemã do Departamento de Letras Modernas da Universidade de São Paulo (USP). A publicação será feita no Diário Oficial do Estado de São Paulo no dia 13.07.2021 e o período de inscrições online (https://uspdigital.usp.br/gr/admissao) será de 14 a 28.07.2021. As provas terão início em 05.08.2021 e terão a duração de 2, 3 ou 4 dias, a depender do número de inscritos.

O Edital será publicado com os seguintes termos:  

O Diretor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo torna público a todos os interessados que, conforme aprovação ad-referendum do Conselho Técnico-Administrativo, estarão abertas por dez dias, no período das 08h (horário de Brasília) do dia 12/07/2021 às 18h (horário de Brasília) do dia 21/07/2021., as inscrições para o processo seletivo para a contratação de 01 (um) docente por prazo, como Professor Contratado III (MS-3.1, para os contratados com título de Doutor), com salário de R$ 1.918,72, referência: mês de maio de 2019, com jornada de 12 (doze) horas semanais de trabalho, ou com o Professor Contratado II (MS-2, para os contratados com título de Mestre), com salário de R$ 1.371,79, referência mês de maio de 2019, com jornada de 12 (doze) horas semanais de trabalho, junto ao Departamento de Letras Modernas, Área de Língua e Literatura Alemã, nos termos da Resolução nº 5.872/10 e alterações posteriores, bem como das Resoluções nº 7.354/17 e 8.002/20. Documentos a serem apresentados no prazo das inscrições (de 14 a 28.07.2021):

I. Documento de identificação (RG, CRNM ou passaporte);
II. CPF (para candidatos brasileiros);
III. Prova de que é portador do titulo de Doutor (para Professor Contratado III) ou Mestre (para Professor Contratado II), outorgado ou reconhecido pela USP ou de validade nacional;
IV. Memorial circunstanciado e comprovação dos trabalhos publicados, das atividades realizadas pertinentes ao certame e das demais informações que permitam avaliação de seus méritos, em formato digital.

O processo seletivo para a contratação de 01 (um) Professor por prazo determinado, em jornada de 12 horas semanas, junto à Área de Língua e Literatura Alemã, visa atender as necessidades didáticas da subárea de Língua Alemã, disciplinas FLM0301 – Língua alemã II, FLM0303 – Língua Alemã IV, FLM 0311 – Língua Alemã VI e FLM411 – Introdução à linguística alemã II.

O programa base do processo seletivo será o seguinte:

  1. A declinação de adjetivos em alemão
  2. Argumentos espaciais preposicionados no alemão (Wechselpräpositionen)
  3. Valência verbal em alemão: o verbo e seus complementos
  4. Formas e tempos verbais dos verbos no alemão
  5. Pronomes relativos no alemão
  6. Vocabulário no ensino de alemão como língua estrangeira
  7. Compreensão de textos e estratégias de leitura em alemão
  8. Compreensão e produção oral em alemão
  9. Tópicos de morfossintaxe do alemão aplicados à tradução para o português do Brasil: os verbos modais e outras estruturas modalizadoras.
  10. Tópicos de morfossintaxe do alemão aplicados à tradução para o português do Brasil: as preposições e as conjunções enquanto elementos relacionais.
  11. Tópicos de morfossintaxe do alemão aplicados à tradução para o português do Brasil: a voz passiva e outras estruturas apassivadoras.

O período de inscrições deve ser o seguinte: 14.07. a 28.07.2021;
Data de convocação dos candidatos: 05.08.2021 O candidato aprovado ao ser contratado, deverá ministrar as seguintes disciplinas (preferencialmente no noturno): 

FLM0303 – Língua alemã IV 
FLM0311 – Língua alemã VI

No site: lista de bolsas e oportunidades de estudo na Áustria

Já está disponível no site do Centro Austríaco uma lista de bolsas e oportunidades de estudo na Áustria. Veja mais:

Clique para saber mais

O levantamento foi realizado por Cristina Rettenberger, leitora da Agência de Intercâmbio Acadêmico da Áustria (OeAD), e teve os resultados apresentados em um evento na Semana da Língua Alemã de 2021. Abaixo, disponibilizamos também o material usado para divulgação:

Clique para ver a apresentação

As 3 principais universidades da Áustria

Você já pensou em estudar na Áustria? Veja quais são as melhores universidades do país: 

1. Universidade de Viena

By Denis Todorut from Wien, Österreich – Universität Wien / Juristenstiege, CC BY 2.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=6411850

Com mais de 94.000 alunos, é uma das maiores universidades da Europa e a maior e mais antiga entre os países de língua alemã. Foi fundada em 1365 em Viena. Visite o site para saber mais!

2. Universidade Técnica de Viena

Main building of Vienna University of Technology / Vienna, Karlsplatz 13. By Peter Haas, CC BY-SA 3.0 at, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=25729420

Esta universidade não fica nem um pouco para trás: é a maior da Áustria na área das ciências técnicas e naturais. Mais de 4.000 cientistas conduzem suas pesquisas lá. O nível da pesquisa científica é, sem dúvida, excelente! Quer saber mais? Clique aqui.

3. Universidade de Innsbruck

By Machno – Own work, CC BY-SA 4.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=41986891

Nesta universidade você encontra uma grande variedade de áreas de estudo. Além disso, com apenas algumas exceções, a universidade não tem restrição de admissão: quem se candidatar, recebe uma vaga! Deixamos aqui o link, além deste vídeo, no qual você poderá conhecer as belezas deste lugar e suas inúmeras atividades: 

Ficou com vontade de estudar na Áustria? Lembramos que amanhã, dia 18 de junho, teremos um evento  sobre bolsas e financiamento de cursos na Áustria como parte da programação da Semana da Língua Alemã a partir das 15h. Não perca! Link de acesso ao evento: https://us02web.zoom.us/j/87815916546