São Paulo, Rio de Janeiro, Paris, Buenos Aires ou Tel Aviv… O jornalista arquitetônico Wojciech Czaja redescobriu o mundo em meio a uma pandemia e sem sair de sua cidade com a perspectiva certa e muita imaginação. 

Blocos de concreto que, para Wojciech Czaja, poderiam estar em São Paulo

Tudo começou com Meidling, um bairro vienense: uma foto postada no Facebook com a legenda “quase Tel Aviv”. A foto o fez sentir “Fernweh”, o que em alemão significa nostalgia do estrangeiro, do estranho, um sentimento que se tornou comum para muitos durante a pandemia. Foi assim que Czaja decidiu fazer uma viagem pelo mundo no coração da Áustria.

Não é incomum encontrar jogos arquitetônicos como este no Japão, especialmente em arranha-céus e torres, mas essa foto foi tirada perto da principal estação ferroviária de Viena.

 Essas fotos associativas nos lembram o valor histórico cultural que existe na riqueza arquitetônica desta metrópole. Convida-nos a ver o quotidiano com novos olhos, com olhos de viajante. Quem diria que o mundo se esconde diante de nossos olhos! Pois quando um espírito viajante não pode viajar, ele viaja de qualquer maneira. E você, já quase viajou?

Arquitetura colonial latino-americana, encontrada principalmente em cidades como Assunção, capital do Paraguai

Saiba mais Wojciech Czaja e seu trabalho no perfil do fotógrafo no Instagram.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s