De onde vem a criatividade e, mais do que tudo, por que é importante promovê-la?

A boa criatividade permite às pessoas uma autonomia individual especial ao usar livremente suas emoções e pensamentos. É importante referir que a linguagem é, segundo alguns psicólogos, a parte mais desenvolvida das nossas poucas capacidades inatas e dos nossos programas (biológicos), permitindo-nos ser mais criativos. As artes têm a ver com a veracidade e exigem autorreflexão. Por isso, a comunicação se torna uma parte central, afinal, arte é comunicar a veracidade para si mesmo e para os outros.

Os artistas idealmente ativam todos os três tipos de mentalidades e experiências emocionais que levam à satisfação: sensual-imaginário, emocional e intelectual. Quando todos os três estão sendo mobilizados, as pessoas ficam com a impressão mais forte. Pode-se interpretar que o que permanece significativo para as pessoas ao longo do tempo permanece o mesmo, o que muda não são suas necessidades básicas, mas a forma como essas necessidades são expressas. Por isso, algumas obras artísticas do passado ainda são consumidas hoje: diferentes formas expressam uma ideia, algo que continua sendo percebido como verdade ou valor na sociedade até hoje.

A expressão criativa permite que o público sinta que está expressando algo que não é fácil para eles comunicarem de alguma forma, seja devido a restrições sociais ou habilidades/recursos limitados. Portanto, a criatividade libera e permite novas perspectivas e o pensamento crítico, abre caminhos para novas interpretações, nos liberta, talvez, do medo de errar e isso abre novos espaços de aprendizagem com uma percepção mais ampla do conceito de identidade e cultura.

Convidamos você a refletir sobre criatividade na música e na linguagem em nosso bate-papo na próxima quarta-feira, dia 20 de abril, com Erwin Reisinger. Nesta entrevista, o músico e compositor Erwin Reisinger fala sobre composição, letras e criatividade. Baseado na música austríaca, em que a variedade da língua austríaca expressa sua diversidade colorida, mostra como a música versátil pode ser criada através de uma linguagem rica em variedade.

A música de Erwin Reisinger é descrita como “pé no chão, acústica e maravilhosa”, você pode sentir sua empatia honesta em cada música. Em suas canções, dialeto e melodia austríacos se fundem em uma convivência harmoniosa, seja melancólica, pensativa ou exuberantemente feliz.

As múltiplas viagens e experiências formativas que pôde realizar ao longo de sua vida não se refletem apenas em cada linha de seus textos, mas também o impeliram a escrever um livro. Seu novo álbum, “ondraseits”, foi lançado este ano.

Clique aqui para se inscrever.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s