O foco temático do Centro Austríaco em 2022 é a Língua Alemã na Áustria. Estamos organizando uma série de eventos sobre o tema – veja mais aqui. A primeira palestra do ano será com o Dr. Manfred Glauninger no dia 15 de março (inscrições abertas), sobre a diversidade formal e funcional da língua alemã na Áustria. Convidamos a Camila Meirelles, doutoranda na Universidade Federal do Paraná e membro do Centro Austríaco, para escrever um texto introdutório sobre o tema.

Erdäpfel, Jänner e Matura. O que essas palavras têm em comum? Todas elas são
“autriasismos”, ou seja, usadas na Áustria e fazem parte do alemão padrão austríaco.
Se eu estiver em um Kaffeehaus em Viena, por exemplo, eu provavelmente vou ouvir:
Ich möchte gern einen “Kaffée” (com a pronúncia mais parecida com a do português) mit
Schlagobers, e não: Ich möchte gern einen “Káffee” mit Sahne.

O alemão da Áustria tem características próprias, principalmente em relação ao
vocabulário e à pronúncia, mas existem diferenças morfológicas, sintáticas e
pragmáticas também.

E isso porque o alemão é uma língua pluricêntrica. Talvez você já tenha ouvido essa
afirmação. Mas o que isso significa? Além do alemão, línguas como o português, o
inglês, o espanhol, o francês (e várias outras) são também pluricêntricas. Já dá para
ter uma noção do que significa esse pluricentrismo, né?

Línguas pluricêntricas são aquelas com vários centros, cada um com sua norma
padrão. Na prática, isso significa que não existe uma única forma correta da língua. O
inglês da Inglaterra não é melhor que o inglês dos Estados Unidos (ou vice-versa).
Nem o português de Portugal é melhor que o português do Brasil. Essas línguas
possuem semelhanças e diferenças e são faladas de modos diferentes dependendo
da região ou país. O que é natural e faz parte da natureza das línguas.

E quanto ao alemão? Quando falamos em língua alemã geralmente a primeira coisa
que pensamos é na Alemanha. Mas não é só na Alemanha que se fala alemão. O
alemão é língua oficial na Áustria, na Suíça, em Liechtenstein (que é um país bem
pequeno entre a Áustria e a Suíça), em Luxemburgo, em parte da Bélgica e no norte
da Itália. O alemão ainda é falado em diversas regiões pelo mundo, como na Namíbia,
na Romênia e também no Brasil, só para citar alguns exemplos.

Se o alemão é falado em tantos lugares com certeza existe uma grande diversidade
linguística e cultural. E claro que não dá para a gente aprender todos esses modos de
falar e escrever. Mas podemos nos familiarizar um pouco com essa diversidade.
E quando a gente escutar alguém, da Áustria ou da Suíça, por exemplo, falando um
alemão diferente daquele que nós aprendemos, não vai ser um choque, porque nós já
vamos saber que as diferenças existem, e assim vai ser bem mais fácil entender.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s