Trata-se de uma das personagens mais famosas do teatro de língua alemã, sobretudo na Áustria. Chegou a Viena em 1705 ou 1706 com Joseph Anton Stranitzky, um ator que se estabeleceu na capital austríaca após percorrer a Alemanha com grupos teatrais itinerantes. Trouxe na bagagem a figura cômica do Hanswurst – que está presente até hoje, esculpido em pedra, na parte externa do famoso Burgtheater de Viena.

No palco, além de cômico, João Linguiça foi também uma voz crítica em relação às injustiças sociais e à corrupção política de sua época, além de politicamente incorreto e exageradamente grotesco. As elites políticas e culturais do século XVIII, tanto na Alemanha quanto na Áustria, começaram a se incomodar tanto com essa figura nada compatível com o “bom gosto” da burguesia dita esclarecida que chegou a proibir sua presença nos teatros, para garantir a “implementação da boa moral”. Mas, a personagem do João Linguiça resistiu, continuou presente nos teatros, na vanguarda literária do século XX e no teatro de fantoches para crianças, onde ganhou o nome de Kasperl. Até o famoso Johann Wolfgang von Goethe escreveu uma farsa que tem o João Linguiça como personagem principal: Hanswursts Hochzeit oder der Lauf der Welt – Ein mikrokosmisches Drama [O casamento de João Linguiça ou o curso do mundo – um drama microcósmico].

Quer saber mais sobre a figura do João Linguiça? Falamos mais sobre ele e outras figuras da literatura austríaca no livro Áustria: Uma história literária.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s